Arte floral no gelo - Azuma Makoto




Azuma Makoto tem apenas 41 anos e já é considerado um dos maiores artistas florais do Japão. Além de ser um inspirado florista, ele vai além e transforma seus arranjos em instalações complexas e inusitadas, verdadeiras obras de arte. É de sua autoria, por exemplo, a performance de enviar bouquets de flores para o espaço e lá fotografá-los.




Em meio à sua produção artística, uma série de instalações que admiro bastante consiste na incrustação de imensos arranjos florais em blocos translúcidos de gelo. Poucos se dão conta, mas se simplesmente congelarmos a água, obteremos peças turvas de gelo. Azuma Makoto valeu-se de sofisticados equipamentos industriais para congelar seus arranjos, de modo a obter gigantescos paralelepípedos com o maior nível de transparência possível.




Foi inspirado por estas fantásticas instalações que decidi congelar orquídeas em final de floração, utilizando uma técnica caseira e um tanto quanto improvisada. Após cultivar uma orquídea por anos até ver sua primeira floração, não tenho coragem de simplesmente cortar a flor para montar um arranjo. Espero até o final do processo, quando a flor já começa a dar indícios de que vai murchar, para só então retirá-la e congelá-la. É uma tentativa de conservar e prolongar sua beleza.




Durante os desfiles da temporada primavera/verão 2017 da Paris Fashion Week, Azuma Makoto uniu-se ao estilista belga Dries Van Noten para criar um ambiente de sonho e fantasia na passarela. 




As peças da coleção foram apresentadas por modelos que percorriam uma majestosa trajetória flanqueada por colunas de gelo, nas quais encontravam-se enclausurados belíssimos arranjos de flores, verdadeiras esculturas etéreas.




O artista floral viajou de Tóquio a Amsterdã, para escolher as espécies que fariam parte do desfile. Aproximadamente 100 variedades de flores, muitas delas raras, foram reunidas em 23 diferentes arranjos. Estes, por sua vez, foram remetidos à Bélgica, para serem congelados em uma fábrica especializada. De lá, finalmente, viajaram em caminhões refrigerados até Paris, onde abrilhantaram o desfile de Van Noten.




Na concepção de Azuma Makoto, as flores tornam-se ainda mais bonitas imersas nos cubos de gelo, à medida que interagem com a luz e as bolhas de ar. Mais do que simplesmente servirem como decoração, as esculturas de flores congeladas fazem parte do espetáculo, interagindo com as roupas e modelos, ao mesmo tempo em que os blocos de gelo gradualmente derretem na passarela.