Mini Samambaia Havaiana


Mini samambaia havaiana
Mini samambaia havaiana

As samambaias, também conhecidas como fetos, devido ao aspecto característico dos seus brotos em desenvolvimento, são plantas pteridófitas que habitam o planeta há centenas de milhões de anos. Registros fósseis já indicavam a presença de seus ancestrais durante o período Carbonífero. 

De tão antigas, as samambaias são reminiscentes de uma época em que as plantas ainda não sabiam produzir flores nem sementes. São plantas assexuadas, que se reproduzem através de esporos.

As samambaias já foram as estrelas da decoração de casas e jardins, principalmente durante as décadas de 1970 e 1980. Lembram, ainda hoje, os lares de nossas mães, tias e avós. Após terem caído em desuso durante algum tempo, estão voltando à cena nesta primeira década do novo milênio. Hoje, já é possível encontrar projetos assinados por renomados paisagistas e decoradores que incluem samambaias das mais diferentes espécies e tamanhos.

Neste contexto, eis que vem ganhando espaço uma simpática mini samambaia, ainda não muito conhecida do consumidor brasileiro. Trata-se da samambaia havaiana, pertencente à espécie Nephrolepis exaltata.

A mini samambaia havaiana surgiu a partir de uma mutação genética de uma variedade cultivada nos Estados Unidos, a samambaia de Boston. Ao contrário de suas primas frondosas e enormes, a samambaia havaiana é conhecida por seu porte compacto e felpudo. Esta miniatura de samambaia é perfeita para ser cultivada dentro de casas e apartamentos, até mesmo em escritórios com luz artificial.

Mini samambaia havaiana
Mini samambaia havaiana

O cultivo da mini samambaia havaiana é bastante tranquilo. Basicamente, esta planta cresce no mesmo ambiente em que nós, seres humanos, sentimo-nos confortáveis. Esta pequena samambaia gosta de locais sombreados, com uma luminosidade indireta, sem muito sol nem calor. Também não aprecia vento constante, o que a torna ideal para ser cultivada em interiores.

A rega da mini samambaia havaiana deve ser esporádica, apenas quando o vaso estiver leve, ou seja, seco. Esta planta aprecia uma boa umidade relativa do ar, mas não pode ficar encharcada por muito tempo. O solo precisa ser bem drenado, rico em material orgânico. É importante lembrar que, nos dias de hoje, não se cultivam mais samambaias em xaxim, uma vez que a planta que produz este material encontra-se sob risco de extinção. Um bom substrato para plantar samambaias deve conter partes iguais de terra comum, terra rica em material orgânico, como húmus e cascas de árvores, e areia.

A forma mais rápida de se reproduzir a mini samambaia havaiana é através da divisão do rizoma. A multiplicação através dos esporos é mais demorada e difícil de ser alcançada.  A preocupação que muitos têm é se a planta fica grande, com o tempo. Esta variedade, em particular, é miniaturizada geneticamente, o que significa que jamais ficará com as folhas enormes, pendentes, como as samambaias que costumamos observar.

Por ser uma planta de estimação, própria para conviver com todos dentro de ambientes internos, muitos se perguntam se a mini samambaia havaiana é tóxica quando ingerida. Embora existam pteridófitas tóxicas para crianças e pequenos animais, esta samambaia em especial não apresenta maiores riscos se ingerida acidentalmente. Claro que é sempre recomendável evitar estes incidentes.

Todas estas características tornam a mini samambaia havaiana ideal para a decoração de interiores, principalmente em espaços pequenos como apartamentos. Uma pequena escultura felpuda que vale a pena ter como companhia.

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi, Alexia! Também acho, adoro esta miniatura! Muito obrigado pela visita e pela participação!

      Grande abraço!

      Excluir
  2. Ela é muito linda, Sergio. Mas nem tenho espaço já que as minhas samambaias tornaram-se enormes monstros da floresta (rs). Sei lá o que dá nesse povo aqui no meu apartamento :). Beijos enormes pra vc, querido. E que 2017 seja leve, belo e harmonioso como o seu mundo verde e florido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem, Maria Elizabeth? Que bom saber que cultiva uma floresta de samambaias! Parabéns!

      Que ótimo ler seu comentário, muito obrigado pelo carinho! Um excelente 2017 para você também, com muitas plantas e realizações!

      Grande beijo!

      Excluir